Ecoponto

Justiça determina indisponibilidade de bens do ex-prefeito Zé Roberto e de outros 7 réus em Campo Limpo Paulista

O ex-prefeito e os outros réus são acusados pelo Ministério Público, em Ação Civil Pública, de causar prejuízo ao município por fraude em licitação.

Por Jamilson em 23/07/2018 às 16:16:59

A pedido do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), a Justiça determinou a indisponibilidade de bens, até o limite de R$ R$ 522.001,59, do ex-prefeito José Roberto de Assis (PR), de Campo Limpo Paulista, e de Severina Batista de Brotas Alves, Ademir Batista Alves, Anderson da Cunha, Simone Zuccoli, Milena Monteiro, Paulo Renato Vaz, Otávio Roberto Maciel.

Além disso, a justiça determinou o afastamento das funcionárias Simone Zuccoli e Milena Monteiro de suas atividades na Prefeitura de Campo Limpo Paulista.

O ex-prefeito e os outros réus são acusados pelo Ministério Público, em Ação Civil Pública, de causar prejuízo ao município por fraude em licitação.

Conforme apurado pela Promotoria de Justiça de Campo Limpo Paulista, José Roberto de Assis, à época prefeito de Campo Limpo Paulista, se associou aos demais denunciados Anderson da Cunha, Simone Zuccoli, Milena Monteiro, Paulo Renato Vaz, Otávio Roberto Maciel, Severina Batista de Brotas Alves, Ademir Batista Alves e Adauto Alves (falecido em 24 de setembro de 2016) para, juntos, praticarem crimes em prejuízo do patrimônio público municipal.

Entre os réus encontra-se também, o atual Secretario de Administração de Jarinu , Anderson da Cunha.

Fonte: Popular Mais