Cidades da região de Jundiaí registram casos de gripe H1N1

Jundiaí, Campo Limpo Paulista e Jarinu confirmaram, nesta quarta-feira (11), que têm registrado casos de gripe H1N1 em moradores.

Por Jamilson em 12/07/2018 às 12:44:01

Os municípios que compõem o Aglomerado Urbano de Jundiaí confirmaram que já registraram casos de grupe H1N1, mas não foi constatada nenhuma morte até o momento.

 

Confira abaixo os dados de cada município:

 

Jundiaí

Segundo a prefeitura, foram confirmados três casos de Influenza A na cidade em maio, mas todos já receberam alta médica. Este ano, foram registrados 43 casos suspeitos e notificados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo 25 deles descartados e 15 na espera de resultados, entre eles duas mortes.

A Vigilância Epidemiológica informou que 75,46% dos grupos prioritários determinados pelo Ministério da Saúde foram vacinados, conforme um levantamento feito no dia 7 de julho.

Além desses grupos, professores, pessoas com doenças crônicas, crianças entre 5 e 9 anos e adultos entre 50 e 59 anos também estão sendo vacinados.

 

Jarinu

A Prefeitura de Jarinu divulgou que foram registrados dois casos de H1N1 na cidade e nenhuma morte. O Setor de Saúde já vacinou 5.384 pessoas no município, o equivalente a 97,60% do público-alvo.

 

Campo Limpo Paulista

Conforme a Prefeitura de Campo Limpo Paulista, foi registrado na cidade apenas um caso positivo de H1N1 e sete notificações de casos suspeitos, sem nenhuma morte. Dos grupos de risco foram cerca de 12 mil pessoas vacinadas, 83,16%.

 

Itatiba

De acordo com a Prefeitura de Itatiba, apenas uma pessoa teve o laudo positivo para a doença. Foram investigados 11 casos suspeitos de H1N1, sendo um positivo, três negativos e sete ainda aguardando resultado.

Não houve nenhuma morte registrada pela doença. Na cidade, cerca de 92,88% das pessoas das categorias prioritárias foram imunizadas.

 

Itupeva

A Prefeitura de Itupeva informou que não houve registro de casos de H1N1 até o momento e que a vacinação na cidade já atingiu 88,99% dos grupos prioritários.

 

 

Cabreúva

Conforme a Prefeitura de Cabreúva, foi registrado um caso suspeito, que ainda não foi confirmado, e nenhuma morte. Foram vacinados 81% do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde na cidade.

 

Grupos prioritários

Entre os grupos prioritários estão crianças de 6 meses a 5 anos, trabalhadores da área da Saúde, gestantes, puérperas e idosos acima de 60 anos. Os postos também vacinaram professores, pessoas com doenças crônicas, crianças entre 5 e 9 anos e adultos entre 50 e 59 anos. 

Fonte: G1