Ecopontoradio2 tapa buraco

Homem processa pai e mãe por ter nascido sem seu consentimento

O indiano se define como integrante do grupo antinatalidade que acredita que os pais não têm o direito de ter um bebê se a criança não autoriza o próprio nascimento

Por Jamilson em 08/02/2019 às 14:11:54

Um homem de 27 anos planeja processar seus pais porque eles não pediram o consentimento dele para trazê-lo ao mundo. Raphael Samuel, de Mumbai, na Índia, apoia um grupo de "anti-natalidade" que acredita que as crianças não devem nascer para sofrer na vida.

O indiano se define como integrante do grupo antinatalidade que acredita que os pais não têm o direito de ter um bebê se a criança não autoriza o próprio nascimento, de acordo com reportagem do site "The Print".

"Quero dizer às crianças indianas que elas não devem nada aos pais", comentou ele. "Amo os meus pais e temos uma grande relação. mas eles me tiveram apenas para o prazer e alegria deles.Minha vida tem sido ótima, mas não vejo por que eu deveria pôr outra vida para seguir o processo de estudar e encontrar uma carreira, especialmente quando não se pede para existir", acrescentou Raphael.

Muitas vezes, os casais acabam tendo um filho por pressão da família ou seguindo conselho de pessoas mais velhas. Em um vídeo postado no YouTube, Raphael fala que na Índia se diz muito que se deve respeitar os idosos, mas ele acredita que essa decisão cabe a quem será o pai e a mãe da criança.

Para ele, antes de respeitar a opinião alheia, a pessoa deve fazer os seguintes questionamentos: "Essa pessoa te tratou bem? Essa pessoa está lhe dando liberdade? Essa pessoa está estimulando seu crescimento?".

Fonte: tV mOGI

radio3 TB