Ecopontoradio2 tapa buraco

Vazamento de gás obriga moradores a saírem de casa em Jundiaí

Problema foi causado por conta de perfuração feita pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE).

Por Jamilson em 08/11/2018 às 18:39:07

Um vazamento de gás natural na Rua Boaventura Pereira Neto, na Ponte São João, em Jundiaí, obrigou vários moradores a deixarem suas casas na manhã desta quinta-feira (8). Outros tiveram que permanecer conforme orientação dos bombeiros.

Cerca de 150 alunos de uma escola infantil particular também próximo ao local do vazamento foram levados para os fundos do prédio. Os pais foram avisados e só depois da liberação do Corpo de Bombeiros puderam levar os filhos para casa. Os bombeiros monitoraram o nível de gás no ar e descartaram o risco de explosão.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o vazamento aconteceu por conta de uma perfuração feita pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE) da cidade, enquanto os funcionários faziam uma obra de reparação em uma tubulação de esgoto rompida, por volta das 9h30.

Além de equipes dos bombeiros, a Defesa Civil foi acionada e funcionários da empresa responsável pelo gás natural foram ao local. De acordo com a moradora Elza Francisca, que vive a aproximadamente 30 metros do local, o vazamento de gás começou às 8h45.

"O DAE iniciou uma obra aqui na rua da minha casa e, ao quebrar a calçada, eles furaram um cano da Comgás. Começou um barulho alto e o cheiro de gás ficou muito forte. Inclusive, uma vizinha minha que mora na frente do vazamento está acamada e precisou ficar aqui comigo. Ficamos com muito medo de que acontecesse uma explosão como foi na Vila Progresso", afirma.

Por volta das 11h, o vazamento já estava controlado e os moradores foram autorizados a voltarem para as casas. Os funcionários do DAE continuaram a obra de reparação na tubulação de esgoto. Segundo a Comgás, o fornecimento de gás encanado ficou suspenso na rua até a situação normalizar.

O diretor de manutenção do DAE, João José Viveiros, informou a TV TEM que a empresa avisou a Comgás sobre a obra de manutenção. A Comgás teria se comprometido a enviar um técnico para acompanhar a situação, mas nenhum funcionário da empresa de gás apareceu quando as obras começaram.

Ainda conforme o diretor, por volta das 9h30 uma retroescavadeira perfurou a tubulação de gás. O caso será investigado, mas a empresa de água e esgoto acredita que a tubulação de gás estava no lugar errado, o que inclusive poderia ter provocado o rompimento da tubulação de esgoto.

 

Casa explodiu após vazamento

Na semana passada, um outro vazamento de gás causou a explosão de uma casa na Rua Anita Garibaldi, na Vila Progresso, também em Jundiaí. A câmera de segurança de um prédio residencial registrou a explosão da casa.

O morador Leonardo Martins, de 86 anos, que estava em casa e teve 50% do corpo queimado, morreu quatro dias depois. Um funcionário da empresa Comgás também se feriu e teve alta nesta quarta-feira (7).

Fonte: G1

radio3 TB