Ecoponto

Ex-Palmeiras, lateral Cicinho se envolve em briga com mulher em Cabreúva

Cicinho tem passagem por clubes como Bahia e jogou no Sevilla, da Espanha. Confusão aconteceu em supermercado e mulher afirma que jogador já teria a agredido outras vezes

Por Jamilson em 01/09/2018 às 19:08:47

O ex-lateral Alex Sandro Mendonça dos Santos, o Cicinho, se envolveu em uma confusão com uma mulher dentro de um supermercado, nesta sexta-feira, em Cabreúva. O ex-jogador revelado pelo Ituano já teve passagem por clubes como o Palmeiras e o Sevilla, da Espanha.

Após a confusão, que aconteceu por volta das 18h, os dois envolvidos foram levados à delegacia da cidade e registraram um Termo Circunstanciado de Ocorrência, documento que registra uma infração de menor potencial ofensivo, ou seja, crimes de menor relevância.

Em depoimento à polícia, segundo o delegado Luciano Carneiro de Paiva, Cicinho afirmou que estava empacotando suas compras e sentiu uma pancada forte na cabeça. Após isso, o ex-jogador de 32 anos teria pegado uma garrafa e reagido à agressão, sem saber quem realmente o havia atingido.

Além da pancada na cabeça, o ex-jogador teria sido ferido com arranhões no braço. Ainda em depoimento à polícia, Cicinho afirmou que nunca teve qualquer relacionamento com a mulher envolvida na confusão.

A mulher, nascida em Guaíra, no interior do Paraná, não registrou o boletim de ocorrência contra o ex-jogador e afirmou ao delegado que "irá exercer seus direitos em momento oportuno". Ela tem 60 dias para fazer o registro.

Diferente do depoimento de Cicinho, a suposta vítima de 25 anos de idade disse aos policiais que o ex-jogador a ameaçou com palavras ofensivas e disse que iria agredi-la. Ela contou que, após fazer suas compras, o questionou sobre o motivo da ameaça.

Após a pergunta, Cicinho teria pegado uma garrafa e atingido a cabeça dela. Na delegacia, a mulher ainda afirmou que teve um relacionamento com o ex-jogador e que ele já havia a agredido outras vezes há cerca de um mês.

O supermercado onde aconteceu a suposta agressão foi procurado pela reportagem, mas não quis se manifestar sobre o assunto.

O ex-jogador nasceu em Jundiaí, mora atualmente em Cabreúva e não joga profissionalmente desde que deixou o Santo André, em 2017. Cicinho não foi encontrado pela reportagem para dar sua versão.

Fonte: G1